domingo, 23 de agosto de 2009

Al Abordagem!


Boa noite queridos leitores. Estamos aqui de ressac... após nosso final de semana de muita reflexão e rodas sociais de debate para trazer a vocês mais uma postagem no nosso querido Blog.

Hoje gostaria de abordar um tema diferente, que estava refletindo durante certa noite: A iniciativa masculina. Alguém aqui, fora eu, já parou pra reparar as distintas e hilárias formas com as quais os homens abordam mulheres em ambientes sociais diversos, como bares e boates? Realmente, é um quadro estranho.

Temos diversos tipos, porém irei me ater aqui em torno dos que considero “mais interessantes” [hasuhuashuh (6)]. Podemos começar com o clássico mímico, que observa “a caça” do outro lado do bar (mesmo que isso seja a alguns “km” dali) e faz alguns gestos (que dependendo da música podem ser obscenos ou não) e acha que com essa pseudo dança do acasalamento realmente vai conseguir conquistar a “fêmea”. Outro tipo interessante é o atirador de elite. Ele observa uma presa inicial e parte para o tiro, mas erra. -“Não faz mal, aquela amiga dela esta na minha”, mas erra de novo. Mas lembre-se, estamos falando de um profissional desesperado, ele não iria desistir tão facilmente, então ele avista aquela menina que ele ficou no mês anterior e pensa: Não perderei a noite. Então ele tenta, tenta, tenta, impl... tenta de novo e consegue roubar um beijo da fulana. No outro dia temos no Twitter: Ontem eu arrasei na balada! =). Para finalizar, mas não menos incoveniente, temos o educado. Acredito que esse seja o mais corajoso, que aborda o maior numero de mulheres na noite e com a taxa de êxito mais baixa dos três tipos. Esse sutil predador tenta através da técnica chinesa dos olhos do gato (conferir em Shrek), mais pura educação e retórica elaborar formas incisivas, sensuais e (acreditem) respeitosas de falar: Quer transar cmg? Sendo quase sempre rejeitado com um olhar de pena ou algum tipo de agressão física por parte da menina ou de quem a acompanha.

Enfim, apesar de ter feito o post apenas com o objetivo de compartilhar com nossos leitores minha humilde observação empírica, gostaria de amarrar com uma conclusão pessoal. Pelo pouco que pude olhar naquele contexto e pelo que venho conferindo ao longo das minhas observações de vida cotidiana, os caras que ficam com a maior quantidade de mulheres e com as mais bonitas normalmente são os bem abastados, os bonitos/sarados e os inteligentes. Mas o ponto intrigante dessa historia se revela quando passamos a olhar mais fatores além de beleza e quantidade, como durabilidade e intensidade. O índice Cornal de Down John’s nos mostra que grande parte dos traídos são os bonitos e endinheirados, que se preocupam mais com sua moto do ano e com seu bumbum empinado do que com o bem-estar sentimental, sexual de suas companheiras, enquanto os inteligentes conseguem se elevar ainda mais sobre os outros tipos e levar consigo suas companheiras (e vice-e-versa). Dos carecas que elas gostam mais? Duvido muito... Deus salve o Q.I!

"F."

;*

2 comentários:

Alexandre Pedroza disse...

Ainda farei um post sobre o "Twitter" algum dia aqui.
Deus salve o Q.I.!!!
xD

Thiago disse...

=)))) a do twitter foi foda!