sexta-feira, 21 de maio de 2010

Nunca na hora certa...



Queridos leitores e leitoras do nosso humilde blog. Sei que devem estar pensando: “vocês acabaram com minha vida, eu pensei que vocês tinham voltado...” ou “graças a Deus era só um blefe...”, mas de fato, eu voltei numa época muito conturbada e ocupada, então ta difícil escrever, mas vou tentar manter o ritmo.
Deixando de lado as desculpas, hoje eu não trago um conto (coro ao som de “aaaaleluiaa”). Trago um post ao estilo Sexo & Literatura de ser. Espero que apreciem e opinem, afinal, creio que o texto abaixo se trata de algo que qualquer mortal já passou na vida. Espero que gostem.
P.S: Fica claro que o post é baseado em minha opinião e experiências.
Pensando em algo que acontece com freqüência em nossas vidas, resolvi mostrar-lhes duas situações que acontecem (se não, seu dia chegará) nas nossas vidas.
Vejamos duas situações:
1º Situação - Você é um puta de um (a) sortudo (a) solteiro. Estado civil que todo mundo adora (ou prefere). Como se andasse sobre seu ombro um diabinho.  Sem responsabilidades. Sem compromissos. Sem hora pra sair e pra chegar em casa. Sem dar satisfação. Tudo que você pediu a Deus. Milhares de garotas (os) em cima de você, certo? NÃO. A não ser que você seja o Brad Pitt ou Chuck Norris, Angelina Jolie ou Chuck Norris, isso não ocorrerá. No máximo, você terá um rolinho aqui, um beijinho ali. Você insiste nas pessoas e elas simplesmente lhe desprezam. Depois de ter perdido os cílios em um pacto com o coisa ruim, pego resfriado de tanto pular ondas implorando a Iemanjá, feito promessa pra toda a caravana de santos do vaticano, fora as outras 65 religiões diferentes pra tentar arrumar alguém, seu primo, do nada lhe apresenta a única garota(o) no planeta que está disposto a tirar o seu “karma” de solteiro. Enfim, alguém pra namorar.
2º Situação - Você está preso namorando.  Estado civil que toda mãe que tem um filho feito eu solteiro quer. Agora você é responsável (ou pelo menos tenta). Agora você só tem olhos pra aquela que é o amor da sua vida (ou pelo menos tenta). Agora, SE, somente SE, você conseguir a façanha de sair, tem hora e segundos marcados pra voltar. Satisfação é algo inseparável. Mas você está de fato, muito, muito, muito feliz e é isso que importa certo? Porem o diabinho não saiu do seu ombro. Ele persuadiu o anjinho e agora são dois pra lhe colocar entre a cruz e a espada, ou melhor, entre a demanda e a namorada (o). Como num passe de mágica, todas as garotas (os) da terra resolvem lhe atacar, e meu amigo, elas (eles) não esperam por sua vez. Vêm todas (os) ao mesmo tempo. Depoimentos emocionantes como: “Não me deixa ir pra tal festa sozinho e beber com fulana por perto... eu vou fazer merda.” São comuns no meu dia-a-dia.
Antigamente, dizia-se que aliança era “chama” pra mulher. Que homem casado com aliança no dedo atraia mulher. Hoje é comprovado pela “UFPVSVDMQEN?” (Universidade Federal Porque Vocês Só Vêm Atrás De Mim Quando Eu Namoro?) comprova que status “namorando” no Orkut, depoimentos apaixonantes para a(o) amada(o), surtem o mesmo efeito da aliança.
Segundo dados do IBGE, cerca de 110% da população já viveu isso. Desde os primórdios quando nossos antepassados escolhiam suas parceiras e ficavam de olho nas outras macaquinhas deliciosas sem poder fazer nada, isso era algo comum. Pra quem procura a resposta de como inverter esse quadro no qual deixa qualquer cabeça humana louca pra se perder em pecado, junte-se a mim. O/ 
Abraços do curiosíssimo e aprendiz. “T.”

6 comentários:

Manuela Kirschner disse...

kkkkkkkkkkkkk mas tu é engraçado... realmente todo mundo fala isso. [mas acredito que há controvérsias...] enfim, teu blog é divertido, hehhe =****

eufrasio disse...

"Porem o diabinho não saiu do seu ombro. Ele persuadiu o anjinho e agora são dois pra lhe colocar entre a cruz e a espada, ou melhor, entre a demanda e a namorada (o)."
KKKKKKKKKKKKK
ficou massa brother!
vou começar a frequentar esse blog!! o/

F. disse...

HUASHUASHAUSHAUSH... Excelente post macho! Digno do S&L! Ri pra caramba, ótimos trocadilhos:
"Desde os primórdios quando nossos antepassados escolhiam suas parceiras e ficavam de olho nas outras macaquinhas deliciosas sem poder fazer nada, isso era algo comum."
Ri mtxo! haushaushasu
Tá de parabéns man...
Abraços saudosos,

F.

GleicyFarias (: disse...

Adoreei.. xD
Rii M U I T O!
Vcê arrasa.. ;)

Mariane Silva disse...

Novinhaa por aqui.Muito bom seu blog divertidoo pra caramba.Parabéns.

Cama Redonda disse...

Queridos escritores, pela leve lida que dei no blog me agradou bastante a maneira de revelar o universo masculino. Acho, que o blog qu eue represento, mostra um pouco do universo feminino.

otimo blog o de voces, por sinal.

=]