quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Reações Adversas



Ola pessoal! Resolvi aparecer! O F. resolveu se meter à turista e está viajando e me pediu (quase implorando) pra que eu tomasse conta do blog junto com os outros rapazes já que ele não estaria aqui pra postar diariamente. Não vou mentir que estava sem assuntos interessantes pra escrever, mas me passou pela cabeça que eu poderia tentar escrever um novo conto. Pois bem, vamos ao que interessa.

Prezado Blogger. T.

2 de outubro de 2009

Querido amigo, venho através desta carta, pedir-lhe uma solução para o um problema que passou a atormentar meu relacionamento. Namoro há dois anos e meio e transo com minha namorada quase que diariamente (pelo menos era assim até semana passada). A coisa foi ficando monótona depois de um tempo e sempre achávamos algo novo para quebrar a rotina. Já estava sem idéia e ela também até assistirmos juntos a um filme na TV e tive a idéia mais brilhante de todas (ou não). No filme, duas garotas disputavam por um amigo em comum e como todo mundo era amigo, pelo menos na ficção, no final, eles acabaram com uma longa e maravilhosa noite de prazer a três. Tudo resolvido (na ficção, é claro). Perguntei o que ela achava daquilo e ela achou um absurdo. Ficou sem falar comigo por um dia inteiro mais depois consegui contornar. Os dias foram passando e aquela idéia foi crescendo na minha cabeça, antes era curiosidade, agora já era vontade. Depois de algum tempo, toquei no assunto novamente e ela me disse o mesmo: NÃO! Resolvi apelar (como muito homem faz), falei que aquilo era a maior prova de amor que uma mulher poderia dar ao seu namorado e que do jeito que estava eu passaria a duvidar do amor dela (dramático não?). Pois bem, funcionou (sempre funciona)! Após duas semanas, ela me disse que toparia, mas somente se fosse com alguém que ela escolhesse. OTIMO! Com alguns dias depois, minha mão já não agüentava mais os meus pensamentos com o que estava por vir. Chegou o grande dia. Minha namorada levou uma amiga da universidade pra almoçar lá em casa. Já tinha ouvido falar dessa amiga, mas nunca tinha visto antes. Com certeza não. Se tivesse a visto antes, teria lembrado daquele corpo de dançarina do creu naquelas calças jeans brancas. Minha namorada falou que ela era bissexual e que toparia com toda certeza já que segundo a mesma, vivia recebendo cantadas e indiretas da tal amiga. Depois do almoço começamos a beber vinho e o álcool começou a subir ao cérebro. Não lembro como aconteceu, mas de repente, estávamos os três no meu quarto e o grande momento chegou (ou grande vacilo). Nossos corpos ficando nus, minha namorada beijando a amiga, eu beijando a amiga, beijando minha namorada, todos se beijando, tudo o que eu pedi a Deus. Transamos ate anoitecer e depois a amiga da minha namorada foi embora. Pois bem querido “T”, você deve esta pensando: Porra maluco, é de depoimentos assim que a gente quer no nosso blog, sinto orgulho de ti cara! É, possa ser que eu tenha que ter orgulho de mim, mas não das conseqüências. Pensei em tudo, literalmente, mas não lembrei do que aquela tarde poderia significar depois que terminasse. Semana passada, minha namorada me disse que ia para a casa de uma prima fazer um trabalho (aquela velha desculpa). Precisei falar com ela e liguei para o celular que estava desligado, então, resolvi ligar pra a tal prima. Nem sinal de minha namorada por lá. A noite, não perguntei nada. No dia seguinte, ela me disse que tinha que terminar o trabalho na casa da tal prima. Pois bem, resolvi segui-la e já deve ter imaginado o resto: ela foi pra um motel. Naquele momento o diabo estava do meu lado rindo da minha cara: PERDEU OTARIO! Dizia ele. Então, resolvi tirar a historia a limpo. Resultado: ela estava me traindo com... Bem... Com a amiga dançarina do creu. Mais tarde, sentamos pra conversar e ela me abandonou dizendo que estava apaixonada por aquela gostosona, que pra ela, cobras não a interessam mais, apenas os buracos. Não sei o que fazer, estou desesperado, minhas humildes mãos não agüentam mais a solidão. Preciso dela de volta. O que eu devo fazer para reconquistar minha namorada? Espero que me ajude.

Abraços de um leitor que espera ser ajudado.

Caro “leitor que espera ser ajudado”.

Sou seu fã por conseguir essa façanha que está no topo da “pirâmide dos desejos” de todo homem. Infelizmente não tenho uma solução para o seu caso, pelo menos uma que eu tenha certeza que vai funcionar. Você deveria ter se prevenido e escolhido uma “bruaca” para não correr o risco, mas sinceramente, não pensaria numa hora dessas. É como diz o ditado: mais vale uma mulher na mão, do que duas voando, mas nesse caso, abre-se uma exceção. Abaixo estão algumas sugestões que podem resolver ou não.

1º dica - Já que ela passou a gostar de buracos, tente disponibilizar o “fio terra” (não te recomendo isso, visto que abalara o seu estado emocional podendo sofrer alterações comportamentais como vimos no exemplo da sua própria namorada, (que é ex agora otario rsrs).

2º dica - Deixe o cabelo crescer, dê luzes, pinte as unhas (do pé e da mão) de vermelho sangue, implante 300 ml de silicone no peito e na bunda, mude seu nome pra Maria e aprenda a velocidade cinco do creu. [também não te recomendo isso, visto que abalara o seu estado emocional podendo sofrer alterações comportamentais como vimos no exemplo da sua própria namorada (ou ex se preferir rsrs)].

3° dica - Se virar mulher não adiantar cara, retire todo o seu dinheiro do banco, arraste-a ate uma Igreja Universal do Reino de Deus, pague por uma sessão do descarrego para curar aquela “doença” e seja o que deus quiser.

Espero ter ajudado. Abraços e continuem nos escrevendo.

T.

10 comentários:

Júlia Lacet disse...

Huummm...sinto falta de seus contos,"T".
=]
Eis aí o perigo do famoso menàge...aos que andam com vontade de praticá-lo, fica a dica.

Anônimo disse...

Bem feito pra ele!
RUM!

J disse...

graças a deus... o conselho foi de graça "T", não sei se ele iria pagar, hahahhahahehauahua.
mas aconselho (hipotético) a esse cara de ter um pouco de paciencia... talvez a ex dele esteja em um periodo de satisfação da curiosidade dela, ou como ele tinha dito que tava enjuando dos relacionamentos amorosos cotidianos, ela tb se enjuou e esta diversificando.

vlw pelo post "T"

Anônimo disse...

"J", eu acredito que em uma situação dessas, o desespero deve ter tomado conta do cara.
Confesso que ri muito. Pela história e pelos conselhos.
Mas, eu nunca ouvi falar de ex-gay, mas sim de ex-hetero.
Enfim, boa sorte ao desesperado.
Ah, eu tenho pena das suas mãos!

Clari disse...

so estou com uma duvida...

pq dizem que "J" é famoso pelas mãos??

Fiquei confusa agora...

J disse...

Eu so quis melhorar a situação do "aconselhado" sr. anônimo! visto que esta bem confuso o fato!

Srta Clari, entre em contato comigo que lhe digo o porq... ou lhe mostro! Irei saciar sua dúvida.

:**

T. disse...

J disse...
Eu so quis melhorar a situação do "aconselhado" sr. anônimo! visto que esta bem confuso o fato!

Srta Clari, entre em contato comigo que lhe digo o porq... ou lhe mostro! Irei saciar sua dúvida.

:**

((((((TENSO))))))

não existe ex-gay, mas pelo que eu entendi, J. quis dizer que depois de um tempo ela pode voltar a gostar de homens, vai continuar sendo bissexual pelas experiencias com pessoas do msm sexo no passado, podendo voltar a gostar somente de homens.

Coradello disse...

Acho que o que ele poderia fezer é aprender a aceitar q hetero ela não será mais, se quiser ela de volta entao aceite o bissexualismo e mostre a ela q compreende. Eu msm nem considero isso como traição pois ela não ficou com outro homem, apenas foi atrás de algo que vc não pode dar, e até gosta. Poderia dizer a ela para ficar com os dois, assim como ele fez (direitos iguais), ela poderia ficar como bi, assim como a amiga.

Essa é a primeira vez q comento nesse blog, mas já leio os posts a um tempo. Vlw pessoal do S&L!!

Júlia Lacet disse...

Gente,cadê os posts novos?

Hélida disse...

Gente,cadê os posts novos? [2]