terça-feira, 22 de setembro de 2009

Ensaio sobre colegiais I


Boa noite, ilustres leitores do S&L!


Gostaria de trazer-lhes (assim espero) mais alguns momentos de risadas e explanações que pulsam dentro do cérebro desse humilde blogger. O tema de hoje é uma curiosidade que ronda cerca de 80% das cabeças femininas de todo o mundo: A fascinação de homens por meninas/moças (e há que diga que até velhas) vestidas com as tradicionais fardas colegiais.

Mas ora, porque os homens sentem tanta atração por esse conjunto de roupa em especial? Acredito que nem nós mesmos sabemos a resposta para essa pergunta. Uma vez em um dos diálogos perdidos nos intervalos das aulas da universidade, eu e alguns amigos adentramos nesse tão misterioso assunto e tentamos elaborar alguma compreensão acerca dessa “tara”. Um dos meus amigos pontuou que poderíamos considerar que todos os homens são pedófilos por natureza, e que por nossa sociedade construir um super-ego rígido em relação a essa “prática” nós acabamos nos conformando e transferindo nossa tara para titias pseudo-ninfas com roupinhas que as remeta ao ensino fundamental. Bem, ao menos tem lógica.

Outra forma de interpretar poderia ser o fato de a roupa em si ser sexy, nem tanto pela conjuntura de associação com a “menininha”, mas também devido a saia ser curta, a blusinha um pouco transparente e com decote... Enfim, todo um conjunto de fatores que excitam e facilitam que ela seja removida, além de ficar super bonita embaixo de chuva. Poderíamos também falar da questão do homem sempre querer ser o primeiro, associando então a imagem de menina à sua virgindade (que hoje em dia por muitas vezes é pura ilusão) e possibilidade de uma possível iniciação daquela “pequena rosa” no “mundo sexual”.

Não que nós tenhamos preferência pelas Lolitas em relação às professoras (por exemplo), mas que aquele “ar de inocência” banhado na sensualidade da roupa é de tirar qualquer macho da frente da TV em dia de jogo e com cerveja gelada... isso é! (e isso é difícil ein?). Há quem diga que se for uma prima então, a desgraça é maior ainda. Não é a toa que a série “presença de Anita” dava um alto ibope, ou vocês acham que aquele ibope era por causa de mulheres interessadas na historia? Não não... não era.

Enfim, de uma forma ou de outra, o fato é que a tara existe e não há homem que resista a uma menininha fantasiada de colegial com uma cerveja gelada na mão e aquela cara de inocente... Esses mistérios sem explicação só servem para nos mostrar cada vez mais como os desejos reprimidos são fortes e misteriosos, e como uma mulher pode fazer um homem babar com um simples conjunto de panos.

E viva a inclusão escolar na cama... \o/

;*

F.

7 comentários:

Cleo disse...

Caros escritores do S & L.

Pelo visto não sou só eu que vive madrugada a dentro procurando o que fazer.
Mas, voltando ao assunto do post, bom, eu juro juro juro que dentro de todas as minhas indagações sobre o universo masculino (e olhe que são muitas), nunca entendi essa tara por garotas vestidas de colegial.

Acho que não vai só pela roupa decotada, por se for assim, seria comparável a qualquer outra roupa sexy, mas não é. E também não acho que é pelo fato de ter um paradoxo entre a inocência e a escrotagem.

Eu penso, que o que pesa mais, é esta configurado que quando uma mulher usa uma fantasia como essa o homem é que vai ser o manda chuva da história.

Mas, falando no fator “inocência”, levanto aqui uma questão, por que diabos, vocês queridos seres de pinto, adoram mulheres virgens? Eu me pergunto muito isso, por que , (pensando como homem e relembrando como mulher), não tem como ter prazer na primeira vez de uma garota, por N fatores... ela vai ficar com vergonha, ela não vai fazer as preliminares e alem do mais, vai doer.
=X

Juro que deveria existir uma pílula que dissolvesse o himem.

Antes que isso tome proporções gigantescas, e pra evitar pensamentos, no mínimo, de “fala assim por que é mal comida”, tem naaada a ver, sou muito bem comida pra ter a categoria de afirmar que primeira vez é um saco. E essa questão não envolve só a mim, e a muitas mulheres que eu conheço.

Bom, fico esperando a resposta de vocês

Beijos.

F. disse...

Pois é querida leitora, mas como explanei no post nem nós mesmos podemos lhe explicar ao certo porque sentimos essa "tara", então só tentei explanar sobre algumas hipóteses, não mais que isso.
Sou obg a discordar da senhorita que ao ter relações com mulheres virgens não sentimos prazer, lembrando sempre que a perda da virgindade é mto individual (pra umas sangra, pra outras não dói, pra outras é gostoso, pra outras uma merda).
Acho que tanto ter relações com uma virgem ou com uma pessoa mais experiente tem seu "charme", sendo assim cativante cada um à sua forma...
E de forma alguma nossa humilde equipe diria que a senhorita é "mal comida", afinal de contas não nos cabe aqui julgar a qualidade da vida sexual de ninguém, mas se estiver infeliz com a mesma e em busca de pretendentes... Vc tem 5 bloggers solteiros e que não se importariam de você mostrar porque as experientes são melhores =)
Beijos,

;*

J disse...

Realmente, nunca haveria de nossa parte uma ofensa como tal... respeitamos a vida e principalmente a opinião de cada leitor aqui presente. Ainda tendes a bonificação de ser uma das leitoras vips, sempre nos prestigiando com suas análises.
"F", seria uma ofensa como seu amigo deixar somente essas 2 teorias nas nossas preciosas mentes... postarei uma nova teoria a cerca da "tara" descrita.
Mas fica meus "congratulations" por mais um excelente post.

Cleo disse...

Gente, gente, não precisava desse alarde toodo. Mas, ja que aconteceu, tudo bem. Serio, a poesia do momento da primeira vez, não permanece tão poética depois que você conhece realmente uma maneira de fazer sexo bom.

O-B-VI-O que é um momento importante sim, mas quer queira quer não, machuca, embaraça e é desengonçado. Mas tudo bem, sem mais problemas, fica ai a minha opinião.

Consideração 1: Leitora vip? Quanta honra.
Consideração 2: “mas se estiver infeliz com a mesma e em busca de pretendentes... Vc tem 5 bloggers solteiros e que não se importariam de você mostrar porque as experientes são melhores =)” MORRI. ahsdiuahsdiaushdiuhasdiuhs

F. disse...

HuEhuashuehauhuhaeuhsuheuahsuh...

=P

Kiune Ribeiro disse...

uabuabaa

Como sempre, me surpreendo com sua maneira de escrever caro "F"
Espero não está me tornando uma apaixonada de seus textos,poderia perder o meu olhar crítico..=]

Mas sim, confesso novamente que tua maneira de escrever é muito interessante, podemos dizer assim..hehee

Gostei do post, sempre fiquei imaginando essa "tara" com as roupas de colegias..e essa junção de mulher expereriente com um ar de inocência é que mais chama a atenção, pelo menos é o que alguns dizem..ababaa

Bom..deixa eu ler agora o parte II

abraços!!

F disse...

Huahushuashuhauhuha... Seu olhar crítico é mto bem vindo, assim como seus elogios sempre tão eloquentes... ;)
Um beijo deste humilde escritor...